Jacobinos Negros| Hoje Na História

22 de Agosto de 1791

Em 22 de Agosto de 1791 se iniciava o processo de Revolução Haitiana, inspirada no ideário iluminista.  A França que dois anos antes fizera sua revolução burguesa, com uma participação das massas que quase extrapolou os limites do seu caráter burguês, agora se via de frente com o processo libertação colonial do Haiti –  até então chamada Colônia de São Domingo – inspirado pelo ideário iluminista e humanista do qual foi um centro de irradiação mundial. Os Jacobinos Negros queriam que os ideais de igualdade, liberdade e fraternidade valessem para toda humanidade, não somente para o ocidente branco que se pretendia o universal. O “fantasma” da Revolução Haitiana arrepiou de medo escravistas no mundo todo.

As revoltas no Haiti sempre aconteceram, a resistência dos escravizados foi permanente de diversas formas na colônia. Porém, sob a liderança de Toussaint L’Ouverture e com um projeto de libertação mais delimitado, com o acumulo de lutas de centenas de anos e própria Revolução Francesa ensejaram um movimento libertador e revolucionário. As nações europeias, bem como a França revolucionária e os EUA negaram o direito a humanidade dos haitianos, com intervenção militar e um bloqueio comercial comandado pelos EUA.

A luta firme do povo haitiano se desenrolou até 1804, ano em que conseguiram de fato a independência. O país vem sofrendo com suas contradições internas desde então, mas o colonialismo e posteriormente o imperialismo nunca deram trégua para o país, intervindo por séculos com a desculpa de levar a “ordem e a democracia”. Até mesmo o Brasil já mandou tropas na controversa “missão de paz” que protegia empresários e reprimia o povo haitiano. O livro de  C. R. L. James Os Jacobinos Negros é uma ótima leitura introdutória para quem quer conhecer  o processo.

Na imagem representação artística do líder da revolução Toussaint L’Ouverture.

Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em www.catarse.me/clio e conheça a nossa campanha de crowdfunding no Catarse, a partir de R$ 5,00 você já ajuda o Clio a se manter no ar e produzir mais conteúdos para vocês

Financiadores desse post

Cristina Lima, Elizabeth Santos, Gabriel Bastos, Gui Aschar, Hannah Lima, Lazaro Coelho, Paula Guisard, Rosana Vecchia, Suzana Athayde, Vanessa Spinosa

Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Você também pode nos financiar via PicPay. Você pagou aquele boleto, deu cashback e você não vai usar, não vai fazer falta? Então porque não apoiar um projeto de comunicação e educação histórica. Procura a gente lá em https://app.picpay.com/user/cliohistoriaeliteratura

Siga o Clio nas Redes Sociais!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.