O Império do Cálculo | Hoje Na História

23 de Setembro de 1846

Há 174 anos, em 23 de setembro de 1846, o planeta Netuno foi observado pela primeira vez com o reconhecimento de que se tratava do oitavo planeta do sistema solar. Talvez não tenha o impacto de uma invenção ou “descoberta” mais prática, porém é notadamente um marco da astronomia e também do cálculo, pois Netuno já era sabido antes de ter sido visto, graças à boa aplicação das leis newtonianas.

A questão é que quase após completar toda uma órbita após ser avistado pela primeira vez, Urano tinha uma órbita e velocidade orbital ligeiramente diferentes do esperado. Rapidamente diversos astrônomos perceberam que a explicação deveria ser a presença de um planeta além da órbita do planeta descoberto por William Herschel em 1781.

Em 1845, os astrônomos Urbain Le Verrier, em Paris, e John Couch Adams, em Cambridge, separadamente, começaram os cálculos para determinar a posição do planeta ainda desconhecido. Em 1846, Le Verrier enviou seus resultados para por correio para Johann Gottfried Galle no Observatório de Berlim. Galle recebeu a carta na manhã do dia 23 de setembro e na noite do mesmo dia iniciou a observação da área sugerida pelo colega francês, usando cartas celestes atualizadas para comparar um corpo em movimento mesmo que lento em comparação com as estrelas ao fundo.

E no mesmo dia pode observar Netuno, exatamente no local em que Le Verrier afirmou que estaria, confirmando de maneira empírica, os dados obtidos através dos cálculos.

No mesmo ano, a Royal Society concedeu a medalha Copley a Le Verrier

por suas investigações relativas aos distúrbios de Urano, pelos quais ele provou a existência e predisse o lugar do novo planeta; o Conselho considerando tal predição, confirmada como foi pela descoberta imediata do planeta, um dos maiores triunfos da modernidade análise aplicada à Teoria da Gravitação Newtoniana

Na imagem, uma das fotos mais conhecidas de Netuno, tirada pela sonda Voyager 2 em 1989.

Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em www.catarse.me/clio e conheça a nossa campanha de crowdfunding no Catarse, a partir de R$ 5,00 você já ajuda o Clio a se manter no ar e produzir mais conteúdos para vocês

Financiadores desse post

Cristina Lima, Elizabeth Santos, Gabriel Bastos, Gui Aschar, Hannah Lima, Lazaro Coelho, Paula Guisard, Rosana Vecchia, Suzana Athayde, Vanessa Spinosa

Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Você também pode nos financiar via PicPay. Você pagou aquele boleto, deu cashback e você não vai usar, não vai fazer falta? Então porque não apoiar um projeto de comunicação e educação histórica. Procura a gente lá em https://app.picpay.com/user/cliohistoriaeliteratura

Siga o Clio nas Redes Sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.