Revolução Sandinista!| Hoje Na História

19 de Julho de 1979

Carta de Manágua: Após 39 anos do triunfo sandinista, Ortega ...

Há 41 anos a Revolução Sandinista triunfava na Nicarágua. O país foi invadido pelos E.U.A em 1930, e desde então foi governado por títeres do imperialismo estadunidense, através de um regime ditatorial vinculado a família Somaza de 1936 a 1979.

A Frente Sandinista de Libertação Nacional foi fundada em 1961 por marxistas, porém outros grupos avançados que queriam a libertação do país também se aproximaram. A organização foi batizada em homenagem a Augusto César Sandino, líder da resistência contra a invasão na década de 30. A ditadura dos Somaza já estava desgastada, mas após Anastasio Somoza Debayle assumir o poder a situação do país piorou. Ele ficou conhecido como o “Diabo da Nicarágua”. Um terremoto destruiu o país em Dezembro de 1972, Anastacio e sua burocracia foram acusadas pelos trabalhadores de desviar o dinheiro destinado a reconstrução do país. Os ânimos foram se afervescendo e as massas passaram a aderir ao Sandinismo progressivamente.

Com a vitória de Jimmy Carter nas eleições de 1975, e sua política dos “Direitos Humanos” as ditaduras que os E.U.A havia ajudado a implementar no mundo foram aos poucos perdendo apoio do país, pois os regimes já tinham cumprido as suas tarefas fundamentais, a principal delas foi arrebentar com a correlação de forças favorável aos trabalhadores que ameaça a ordem nos anos 60. A partir de 1977 o apoio à ditadura foi vinculado ao “respeito aos direitos humanos” pelos E.U.A. Com um governo extremamente desgastado, sem apoio internacional, com as greves, mobilizações e ações armadas dos Sandinistas, em 1979 o regime é derrubado.

As terras dos Somozas foram estatizadas, foi realizada uma grande reforma agrária, os bancos foram nacionalizados e iniciou-se uma campanha de alfabetização em massa. O Sandinistas garantiram um governo provisório, que compunha até opositores, para instaurar uma república democrático-popular. Em 1984 o fundador e líder mais importante do movimento, Daniel Ortega foi eleito com 60% dos votos.

Na imagem, massas populares apoiando o Sandinismo e Daniel Ortega


Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em www.catarse.me/clio e conheça a nossa campanha de crowdfunding no Catarse, a partir de R$ 5,00 você já ajuda o Clio a se manter no ar e produzir mais conteúdos para vocês

Financiadores desse post

Cristina Lima, Elizabeth Santos, Gabriel Bastos, Gui Aschar, Hannah Lima, Paula Guisard, Reverson Nascimento, Rosana Vecchia, Suzana Athayde, Vanessa Spinosa

Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Você também pode nos financiar via PicPay. Você pagou aquele boleto, deu cashback e você não vai usar, não vai fazer falta? Então porque não apoiar um projeto de comunicação e educação histórica. Procura a gente lá em https://app.picpay.com/user/cliohistoriaeliteratura

Siga o Clio nas Redes Sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.