Feliz Aniversário, Chorão | Hoje Na História

9 de Abril de 1970

Alexandre Magno Abrão, Chorão do Charlie Brown Jr.

Em 9 de Abril de 1970, há 50 anos, nascia em Tremembé, São Paulo, Alexandre Magno Abrão, mais conhecido como Chorão da banda Charlie Brown Jr. Grande influenciador de uma geração, a banda fez sucesso com suas letras que oscilavam entre a rebeldia juvenil e um amor profundo.

Morou e estudou em São Paulo até os 13 anos de idade, onde estudava em escola pública, Se mudando para Santos com sua família durante a adolescência, teve muita dificuldade na escola e abandonou os estudos as 14 anos. Começou a ter contato com bandas de rock, como os Ratos de Porão, e o skate com a galera de Santos, entrando em competições que eram realizadas no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. Assim como seu pai, ele começou a trabalhar com corretor de imóveis, porém com seu temperamento forte, que não levava desaforo, não conseguia se estabelecer no ramo.

Com 21 anos foi beber no bar Creperie após se separar de sua namorada, com quem tinha um filho, lá assumiu e tomou o lugar de vocalista da banda que estava tocando (pois o vocalista havia ido tomar água) então foi convidado a participar da banda What’s Up. Nesta banda iria conhecer o baixista Champignon, que tinha só 12 anos na época. Em 1992 convidaria Renato Pelado, Marcão e Thiago Castanho para montar uma nova banda, que receberia o nome de uma barraca de água de coco, que Chorão acidentalmente bateu na orla de Santos, com o desenho do personagem Charlie Brown.

A banda fez muito sucesso em circuitos de shows underground em São Paulo e Santos. Até que, em meados dos anos 2000, o pai de Chorão falece, o que o deixa muito abatido e faz com que a banda desse um tempo na carreira.

Voltando a carreira, com o que chamava de MPC (Musica Popula Caiçara), a CBJ conseguiu emplacar vários sucessos, gravaram o famoso Acústico MTV em 2003 e ficaram conhecidos pela música de abertura da novela da Rede Globo Malhação. Lembrado também pelo épico soco que deu em Marcelo Camelo, dos Los Hermanos. Chorão teve muitos problemas com drogas, que se agravaram após sua separação com Graziela. Em 6 de março de 2013 faleceu de overdose em seu apartamento na zona sul de São Paulo.

Segundo ele próprio, seu apelido Chorão foi dado pela sua turma de Skate que diziam que ele chorava, no caso reclamava, muito por não ter um skate e nem tênis bom para andar.

Mas também quero te mostrar
Que existe um lado bom nessa história
Tudo que ainda temos a compartilhar
E viver
E cantar
Não importa qual seja o dia
Vamos viver
Vadiar
O que importa é nossa alegria

Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em www.catarse.me/clio e conheça a nossa campanha de crowdfunding no Catarse, a partir de R$ 5,00 você já ajuda o Clio a se manter no ar e produzir mais conteúdos para vocês

Financiadores desse post

Beatriz Gomes, Cristina Lima, Gabriel Bastos, Gui Aschar, Jéssica Antunes, Paula Guisard, Rosana Vecchia, Suzana Athayde

Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Você também pode nos financiar via PicPay. Você pagou aquele boleto, deu cashback e você não vai usar, não vai fazer falta? Então porque não apoiar um projeto de comunicação e educação histórica. Procura a gente lá em https://app.picpay.com/user/cliohistoriaeliteratura

Siga o Clio nas Redes Sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.