Adoção do Sistema Métrico | Hoje Na História

7 de Abril de 1795

Há 225 anos, no dia 07 de Abril de 1795, a Convenção Nacional Francesa determinava a adoção do sistema métrico em todo o território da República Francesa. Assim acontecia mais uma derrota da monarquia perante o racionalismo iluminista.

O metro é uma medida criada por Tito Livio Burattini em 1685 no seu livro, Misura Universale , onde o metro é definido como o comprimento de um pêndulo que oscila no período de meio segundo.

Ainda em 1790, a Assembleia Nacional buscava uma sistema métrico universal, não mais baseado na anatomia dos reis. Assim, propõe-se a a adoção de um sistema universal. A primeira proposta é o metro de Burattini, porém, estudos posteriores apontaram que o comprimento do pêndulo poderia variar, dependendo de onde estivesse, devido à diferença de gravidade, altitude e da distância do Equador.

Dois astrônomos, Jean-Baptiste Joseph Delambre e Pierre Méchain foram incumbidos de criar o novo sistema. A proposta que apresentam é aprovada e o metro é definido como “a medida de comprimento igual à décima milionésima parte do arco de um meridiano entre o Polo Norte e o Equador”. Assim saiam de cena os pés e braços dos reis, e a matemática torna-se a nova base de entendimento das distâncias e volumes.

Na imagem acima, o selo do Escritório Internacional de Pesos e Medidas de 2000. No centro uma alegoria da Ciência segura um metro, com sua divisão decimal. Sentados em ambos os lados, estão Mercúrio, com instrumentos usados para formular o sistema (mapa, globo e compasso) e a alegoria da Liberdade, com símbolos da tecnologia (martelo e bigorna). A frase em grego “μέτρῳ χρῶ” traduz-se como “use o metro”.


Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em www.catarse.me/clio e conheça a nossa campanha de crowdfunding no Catarse, a partir de R$ 5,00 você já ajuda o Clio a se manter no ar e produzir mais conteúdos para vocês

Financiadores desse post

Cristina Lima, Elizabeth Santos, Gabriel Bastos, Gui Aschar, Hannah Lima, Lazaro Coelho, Paula Guisard, Rosana Vecchia, Suzana Athayde, Vanessa Spinosa

Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Você também pode nos financiar via PicPay. Você pagou aquele boleto, deu cashback e você não vai usar, não vai fazer falta? Então porque não apoiar um projeto de comunicação e educação histórica. Procura a gente lá em https://app.picpay.com/user/cliohistoriaeliteratura

Siga o Clio nas Redes Sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.