Fundação d’A República Democrática do Iêmen | Hoje Na História

Hoje Na História, 30 de Novembro de 1967.

Em 30 de Novembro de 1967, há 52 anos, é oficialmente fundada a República Democrática do Iêmen. O Iêmen contemporâneo é filho de um misto de culturas, religiosidades e modos de vida que conviveram na mesma região por séculos, com maiores e menores níveis de conflitos. O país fica localizado na extremidade sudoeste da Península Arábica e faz fronteira com a Arábia Saudita. A cidade portuária Áden, uma das mais importantes do país, foi governada como parte da “índia Britânica” até 1937. O país ficou fraturado entre protetorados, governos lacaios e ocupação colonial massiva. No séc. XIX o colonialismo Britânico colocou suas garras em parte do país, o dividindo com o Império Otomano. A porção Otomana do que veio a ser o Iêmen hoje pleiteou seu processo de independência em 1918, já a porção britânica conseguiu sua independência a duras penas em 1967. Em 1963 a Grã Bretanha inicia um processo de saída controlado, com promessas de deixar o país em 1968. Somente a luta anticolonial e anti-imperialista conseguiu expulsá-los. A Frente de Liberação do Iêmen Ocupado e a Frente Nacional de Libertação travaram renhidas lutas com os colonialistas até que estes se retirassem. O fechamento do Canal de Suez é fator importante para entendermos o processo – o que diminuiu o interesse econômico dos colonialistas no país. Com a luta do povo iemenita sob a bandeira do socialismo, apoiados pela URSS, é fundada a República Democrática do Iêmen, conhecida também como Iêmen do Sul. O processo de revolução iemenita avança para elevar as condições de vida de seus trabalhadores, universaliza a educação, saúde, promove igualdade entre homens e mulheres e um profunda reforma no campo. As contradições internas dos diversos grupos étnicos, bem como a intervenção do imperialismo que impõe guerra econômica e militar a revolução, enfraquecem o país. Com a queda da U.R.S.S o país é reunificado em 1990. Hoje o Iêmen tem diversos grupos fundamentalistas e índices de desenvolvimento social baixíssimos.


Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em https://www.padrim.com.br/cliopodcasts e ajude a partir de R$ 1,00 mensais a manter esse projeto no ar e produzindo cada vez mais conteúdo acessível para todas e todos.

Financiadores desse post

Alexandre Athayde, Claudia Bovo, Fabiana Jimenez, Henrique Mundim, Marcia Tereza Alfradique Quintella Diniz, Paula Guisard, Rosana Vecchia, Rosi Marques
Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Siga o Clio nas Redes Sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.