Criação do Gueto de Varsóvia | Hoje Na História

Hoje na História, 16 de novembro de 1940

Em 16 de novembro de 1940, há 79 anos, era criado oficialmente o Gueto de Varsóvia. Desde a invasão da Polônia pelos nazistas em 1939, exista a intenção de segregar a população judaica em Varsóvia. Porém a organização dos judeus através do Conselho Judaico adiou o projeto por um ano. Em 16 de Novembro de 1940 o Gueto é oficialmente criado com a construção de muros para isolá-los e com prisão em massa de milhares de judeus poloneses no local. Logo começaram as restrições alimentares, a proliferação de doenças, suicídios e a morte sistemática da população judaica ali confinada.  A prática de confinamento dos judeus em guetos não era algo novo. Desde a Idade Média as populações judaicas eram aprisionadas em bairros, tinham horários específicos para circular e sofriam execração pública ou eram punidos com a morte caso estivessem fora dos espaços determinados. O Gueto de Varsóvia tinha aproximadamente 2 km e chegou a ter mais de 300 mil pessoas apinhadas. Por volta de 1942 mais de duzentas mil pessoas foram mandadas para campos de extermínio e escravidão e restaram entre 70.000 a 90.000 mil habitantes no gueto. Os habitantes organizavam cantinas comunitárias, imprensa clandestina e até cursos. Os habitantes, em contato com a resistência polonesa, iniciaram um levante em janeiro de 1943 que afastou as tropas da SS e deram enfrentamento até abril do mesmo ano, quando o gueto passou por um massacre. Lá então passou a funcionar um campo de concentração, que foi palco de outro levante em 1944, dessa vez mais organizado e com o nazismo já enfraquecido.

Na imagem uma das fotos mais icônicas do Holocausto, de autoria desconhecida, datada de 1943, quando da rebelião do Gueto de Varsóvia, onde judeus foram expulsos do gueto. Na imagem um menino é observado por oficiais da SS, e um deles em particular mira sua submetralhadora na cabeça do menino.

Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em www.catarse.me/clio e conheça a nossa campanha de crowdfunding no Catarse, a partir de R$ 5,00 você já ajuda o Clio a se manter no ar e produzir mais conteúdos para vocês

Financiadores desse post
Alexandre Athayde, Bruno Machado, Cristina Lima, Gabriel Bastos, Gui Aschar, Humberto Athayde, Karen Badollatto, Marcelo Kriiger, Natália Castilho, Paula Guisard, Rosana Vecchia, Rosi Marques, Suzana Athayde

Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Siga o Clio nas Redes Sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s