#HojeNaHistória: MARIA, RAINHA DOS ESCOCESES

14 de Dezembro de 1542

Durante o Antigo Regime, tanto nas ilhas britânicas quanto no continente, questões sucessórias poderiam ser extremamente complicadas. A ausência de um monarca entronado poderia levar ao caos e a anarquia, afinal o corpo do Estado e o corpo do rei se confundiam, como bem nos lembra Thomas Hobbes no clássico Leviatã.

Essa demanda por uma rápida sucessão levava a monarcas a terem que fazer diversos testamentos para garantir uma transição calma e pacífica, ou ainda coroar algum dos seus filhos, geralmente o homem mais velho em alinhamento com a Lei Sálica, como príncipe coroado, título que hoje é conhecido como Príncipe de Gales, no Reino Unido, e na França era conhecido como Delfim. 

Mas esse era o melhor dos casos, pois em muitos casos o rei pois ele poderia ter uma morte súbita, ou ter o testamento contestado, e ainda poderia acontecer casos que o testamento não deixava muito claro quem era o herdeiro devido.

O caso de Maria Stuart não é bem esse, o testamento de seu pai, Jaime V, era bem claro que ela deveria assumir o trono – é bom nos lembrar que não se tratava de nenhuma espécie de paridade de poderes para os gêneros, mas sim pelo fato de Maria ter sido a sua única filha sobrevivente quando da sua morte.

O que salta aos olhos no caso de Maria era sua idade: ela assumiu o trono com apenas seis dias – sim, seis dias! – de vida. Apesar de ser apontada como monarca da Escócia com seis dias sua coroação demorou um pouco: ela fora coroada com (quase) um ano de vida.

A vida Maria Stuart é uma história incrível de intriga palaciana, alianças políticas, disputas dinásticas e fugas espetaculares. Mas isso é tema para um outro post ou vídeo. Diz ai nos comentários se você quer ver por aqui um vídeo sobre Maria Stuar, rainha dos escoceses!

Na imagem a atriz australiana Adelaide Kane caracterizada, de forma bem anacrônica, como Mary Stuart no seriado Reign.

Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em www.catarse.me/clio e conheça a nossa campanha de crowdfunding no Catarse, a partir de R$ 5,00 você já ajuda o Clio a se manter no ar e produzir mais conteúdos para vocês

Financiadores desse post

Cristina Lima, Elizabeth Santos, Gabriel Bastos, Giovanni Alecrim, Gui Aschar, Henrique Mundim, Juliana Santoros, Lucas Prestes, Paula Guisard, Rosana Vecchia, Suzana Athayde, Vanessa Spinosa

Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Você também pode nos financiar via PicPay! Se você tem um cashback sobre então porque não apoiar um projeto de comunicação e educação histórica.

Procura a gente lá em https://app.picpay.com/user/cliohistoriaeliteratura

Siga o Clio nas Redes Sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.