República Soviética da Hungria | Hoje Na História

19 de Março de 1919

Em 21 de Março de 1919, há 101 anos, foi proclamada a República Soviética da Hungria, cuja marca é ser um território multiétnico e diverso culturalmente. Passaram pelo jugo do Império Otomano e pelos Habsburgo, a perseguição ao grupos minoritários sempre foi uma constante nas diversas políticas de ocupação do país. A questão nacional ou o sentimento de violação da soberania sempre foram causas mobilizadoras para o povo húngaro. As revoltas camponesas eram constantes, tendo como destaque o processo de revolucionário de 1848, onde os camponeses se levantaram com a opressão “feudal” e o sistema de privilégios. Alguns reformas foram tentadas mas a reação dos latifundiários, apoiados sobretudo pelas classes dominantes austríacas, consolidou a contra-revolução e um retrocesso nas pautas populares. A questão das minorias étnicas se agrava com um série de legislações discriminatórias. O ínicio do século XX é marcado por revoltas proletárias, greves e levantes camponeses. A Primeira Guerra Mundial e a extensão do conflito fazem com que a paz entre na agenda política do proletário e campesinato húngaro, bem como as condições de vida degradas e a superexploração imposta pela economia de guerra. A Revolução de Outubro e a coalizão de diferentes forças sob a égide do Partido Social Democrata Húngaro avançaram rapidamente as forças revolucionárias do país. Em 1918 a “saída republicana” é colocada à baila, se mostrando insuficiente para conter as demandas mais avançadas dos trabalhadores. As nações imperialistas tentaram uma malograda intervenção no país, o que forçou a renúncia do presidente Karolyi, e o governo passa então para os sovietes organizados.

Na imagem poster bolchevique incentivando a luta dos trabalhadores.


Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em https://www.padrim.com.br/cliopodcasts e ajude a partir de R$ 1,00 mensais a manter esse projeto no ar e produzindo cada vez mais conteúdo acessível para todas e todos.

Financiadores desse post

Alexandre Athayde, Claudia Bovo, Fabiana Jimenez, Henrique Mundim, Marcia Tereza Alfradique Quintella Diniz, Paula Guisard, Rosana Vecchia, Rosi Marques
Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Siga o Clio nas Redes Sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.