Rompe Barragem de Brumadinho | Hoje Na História

Hoje Na História, 25 de Janeiro de 2019.

No dia 25 de janeiro de 2019, há 1 ano, a barragem de rejeitos de mineração localizada na cidade de Brumadinho rompeu, deixando 259 mortos e 10 desaparecidos. A barragem construída e administrada pela Vale S.A. era considerada de baixo risco e alto potencial destrutivo. Porém as investigações mostraram que os técnicos da companhia alertavam há anos sobre um possível rompimento, laudos que foram sumariamente ignorados pelos executivos da empresa. Em 2015 uma barragem em Mariana-MG rompeu e em Itabirito, também município de Minas Gerais, rompeu em 2014 deixando 3 mortos. O crime destruiu a cidade de Brumadinho a encobrindo por uma espessa lama de rejeitos, matando por volta de duzentos homens e deixando centenas de viúvas na cidade. As violações começam com o descaso das autoridades e se estendem a negligência da Vale com as vítimas mesmo após o desastre. Brumadinho não é um desastre, mas um crime ambiental hediondo com dimensões imensuráveis! Brumadinho é um exemplo cabal que a vida no capitalismo é descartável e que o capital internacional investido na Vale só está trabalhando para sua própria valorização e para o enriquecimento da classe dominante. Em minas existem outras dezenas de barragens em situações de risco com o potencial para vitimar milhares de pessoas. Todo nosso apoio a todos(as) os vitimados(as) em Brumadinho.

Na imagem: Brumadinho antes e depois do desastre.


Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em www.catarse.me/clio e conheça a nossa campanha de crowdfunding no Catarse, a partir de R$ 5,00 você já ajuda o Clio a se manter no ar e produzir mais conteúdos para vocês

Financiadores desse post

Beatriz Gomes, Cristina Lima, Gabriel Bastos, Gui Aschar, Jéssica Antunes, Paula Guisard, Rosana Vecchia, Suzana Athayde

Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Siga o Clio nas Redes Sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.