Atentado contra Margaret Tatcher | Hoje Na História

Hoje Na História, 12 de Outubro de 1984.

No dia 12 de outubro de 1984, há 35 anos, ocorre um atentado para vitimar a então primeira-ministra do Reino Unido, Margaret Hilda Thatcher. Uma bomba relógio de longa duração foi colocada em um dos quartos antes de sua chegada. Nesse dia o hotel sediou o congresso do Partido Conservador e vários figurões da política inglesa estavam presentes. A bomba explodiu porém Thatcher não foi atingida diretamente, somente seu banheiro ficou destruído. Ao total foram 4 mortos e 34 feridos. O IRA (Exército Republicano Irlandês), assumiu a responsabilidade pelo atentado, reivindicando a independência do país.

A Irlanda é oficialmente anexada à Inglaterra em 1801, porém desde o Séc. XII é um domínio Inglês e resiste desde então à tentativa de colonização e doutrinação religiosa protestante inglesa. Em 1920, a Irlanda é dividida em duas partes e a região norte do país continua sob domínio britânico. A história da ocupação do país é repleta de massacres, guerras, expropriações e rapina das riquezas do povo irlandês. A então primeira-ministra Thatcher – conhecida como Dama de Ferro – recrudesceu a repressão aos trabalhadores de todo o Reino Unido. Neoliberal convicta, adotou uma série de medidas que foram desde o arrocho salarial à destruição dos serviços públicos, além de ser radicalmente contra a independência da Irlanda do Norte.

O IRA foi criado oficialmente em 1919 e se mantém na ativa até os dias de hoje. Seu período de maior atividade se dá nos anos sessenta, com uma série de ações armadas e a luta anti-tratado de Belfest. Apesar de seus métodos controversos, o IRA e outros grupos representam a luta anti-imperialista, nesse caso dirigida ao maior império que o mundo já viu. Como bem colocou psiquiatra e intelectual marxista Frantz Fanon, a violência dos oprimidas – contra violência – é um ímpeto de recobrar a própria humanidade.

Na imagem: Grand Brighton Hotel, onde o atentado aconteceu.


Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em www.catarse.me/clio e conheça a nossa campanha de crowdfunding no Catarse, a partir de R$ 5,00 você já ajuda o Clio a se manter no ar e produzir mais conteúdos para vocês

Financiadores desse post
Bruno Machado, Cristina Lima, Gabriel Bastos, Gui Aschar, Humberto Athayde, Karen Badollatto, Lucas Pereira, Marcelo Kriiger, Natália Castilho, Paula Guisard, Rosana Vecchia, Rosi Marques, Suzana Athayde

Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s