Síndrome de Estocolmo

Hoje na História, 23 de Agosto de 1973

Em 23 de Agosto de 1973, há 46 anos, ocorria um assalto a banco acompanhado por um sequestro que duraria seis dias, em Estocolmo, Suécia. Assalto este que desencadearia em um sequestro que durou seis dias. Naquela manhã Jan Olsson adentrou as portas do banco Sveriges Kreditbanken, na Praça Norrmalmstorg, armado com uma metralhadora e fez 3 mulheres e 1 homem de reféns no cofre. Quando a policia chegou ao local Olsson exigiu que seu amigo Clark Olofsson fosse retirado da cadeia e levado até ele. Seu pedido foi atendido e o sequestro se estenderia pelos próximos seis dias com a policia fornecendo comida e cerveja para os reféns e sequestradores. No dia 28 de agosto a policia atordoou Olsson e Olofsson com gás lacrimogênio que liberaram através de um furo feito no teto do cofre, dado fim ao sequestro. O grande diferencial deste sequestro é que as vítimas criaram simpatia com os sequestradores durante o dias confinados. O caso foi estudado por psicólogos e deu origem ao termo Síndrome de Estocolmo que é quando, em casos particulares, uma pessoa submetida a um tempo prolongado de intimidação, passa a ter simpatia e até mesmo amor ou amizade perante o seu agressor.

Na imagem um policial e um cinegrafista de televisão no terraço de um prédio em frente ao banco Sveriges Kreditbanken.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s