Clio: a Musa

Conhecem a Clio, nossa musa inspiradora homenageada com o nome do nosso canal? Vamos fazer uma breve apresentação da Clio e sua inspiradora representação histórica.

Escultura A Carruagem da História, de Carlo Franzoni, datado de 1819

Clio, segundo a mitologia grega, é uma das nove musas que residiriam no monte Hélicon. Conforme a narrativa mitológica, as musas eram filhas de Zeus, deus supremo dos olimpianos, e Mnemósine, a memória, e atuavam junto a Apolo, deus do sol, para gerenciar as artes e as ciências, como também preservar a paz no mundo dos homens. A cada quatro anos eram realizadas celebrações às nove musas no monte Hélicon e na Piéria, em similaridade com as Olimpíadas, consagradas a Zeus.

Quadro As Musas Clio, Euturpe e Talia, de Eustache Le Sueur

O nome Clio significa, em grego clássico, A Proclamadora, ou Aquela que Traz Fama, sendo ela a musa da história e da criatividade, portando um símbolo importante para os historiadores – o que faz muito sentido nossa singela homenagem ao seu nome – por ser a musa da história, cabe também como seu atributo propagar e celebrar realizações.

Quadro As Musas Melpômene, Érato e Polímnia, de Eustache Le Sueur

A palavra Museu vem do grego clássico Moiseum, que na tradução literal significa Templo das Musas, na própria antiguidade clássica a palavra já era designada para locais onde se realizavam estudos das artes e das ciências. Os nomes dos museus eram inspirados nas Musas, pois cada uma representava uma área específica do conhecimento: Urânia, musa da astronomia; Melpômene, musa da tragédia; Polímnia, musa da poesia; Terpsícore, musa da dança; Érato, musa da poesia erótica; Talia, musa da comédia e das festas; Calíope, musa da poesia heroica; Euterpe, musa da música; e a Clio, como já mencionada, nossa musa da História ( S2 ).

Clio, quadro barroco do pintor francês Pierre Mignard e nosso primeiro logo

As representações mas famosas de Clio, tanto durante o período helênico como posterior, é como uma jovem coroada de louros (nesse aspecto o símbolo que usamos é bem representativo), em sua mão esquerda ela carrega o livro de Tucídides, historiador grego, e um dos pais da história junto com Heródoto. responsável por escrever a guerra do Peloponeso, e em sua mão direita ela carrega uma trombeta.

Clio também é conhecida na mitologia por ser mãe de Jacinto, herói grego anterior do período clássico cujo culto se estendeu até a Antiguidade Clássica, ela se apaixonara por um mortal ao ser castigada por Afrodite, já que Clio não via com bons olhos o romance de Afrodite com Adônis.


Para conhecer um pouco a mais, veja o vídeo onde abordamos um pouco mais o mito da nossa querida musa.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s