O Início do Sufrágio Universal

Bancada de mulheres que participaram das primeiras eleições da Finlândia em 1906

Em 1906, a Finlândia se torna o primeiro país europeu a garantir o voto para mulheres. Antes disso, Nova Zelândia e Austrália se tornam as primeiras experiências de países a conceder voto a mulheres.

Assim como Nova Zelândia e Austrália, a Finlândia tinha autonomia política relativa. Após o longo processo em que a Finlândia foi colônia da Suécia (entre o século XIII e XIX), a Guerra Finlandesa entre Rússia e Finlândia mudou esse status, colocando o país sob o jugo russo.

Começam a surgir, também, debates socialistas entre os finlandeses (assim como entre os russos), que levam a uma greve geral em 1905 com a reivindicação de uma nova forma de organização da assembleia deliberativa (Diet, que havia mantido o seu formato da era sueca). A reivindicação era de sufrágio para os finlandeses, com liberdade de voto e candidatura. 

Assim como na Austrália, em alguns momentos da história da Finlândia houve liberdade de voto para as mulheres em algumas regiões, mas não de forma universal e com grande resistência. Apenas em 1906, com o acordo entre as facções políticas (liberais, conservadores, nacionalistas), a Finlândia se tornaria o primeiro país do mundo a conceder sufrágio universal a seus cidadãos sem distinção racial. A Finlândia se torna o primeiro país europeu a permitir a candidatura e votação – independente de gênero, raça ou etnia. 

Apesar de significativa, essa vitória foi apenas protocolar. O tsar da Russia ainda detinha o poder de veto sobre as leis aprovadas no parlamento Finlandês. Entre socialistas e liberais radicais o desejo por independência aumenta, mas só se concretiza após 1917. O caso da Finlândia, Nova Zelândia e Austrália demonstram como o processo de democratização foi extremamente importante para que países de periferia geográfica tenham sido os primeiros a concretizarem o direito feminino ao voto.

Apesar dos casos de Noruega e Dinamarca (após a Finlândia), a Rússia foi o primeiro país soberano a conceder sufrágio universal independente de gênero, raça ou etnia. Em 1917, com o fim do sistema monárquico tsarista e início da Revolução e implementação do regime socialista, Rússia (agora União Soviética) e suas colônias adquirem o direito ao voto universal.


Indicações de leitura:

Korppi‐Tommola, Aura. (1990) Fighting together for freedom: Nationalism, socialism, feminism, and women’s suffrage in Finland 1906. Scandinavian Journal of History, 15:1-2, 181-191, DOI: 10.1080/03468759008579196

Oldfield, Audrey. Woman suffrage in Australia: a gift or a struggle? Audrey Oldfield. – (Studies in Australian history

Ramirez, Francisco O., et al. “The Changing Logic of Political Citizenship: Cross-National Acquisition of Women’s Suffrage Rights, 1890 to 1990.” American Sociological Review, vol. 62, no. 5, 1997, pp. 735–745. JSTOR, www.jstor.org/stable/2657357.

Sulkunen, Irma. “An International Comparison of Women’s Suffrage: The Cases of Finland and New Zealand in the Late Nineteenth and Early Twentieth Century.” Journal of Women’s History, vol. 27 no. 4, 2015, p. 88-111. Project MUSE, doi:10.1353/jowh.2015.0040.


Visite a Livraria da Musa no link www.bomdelivros.com.br/livraria-musa/

Chave do Pix: cliohistoriaeliteratura@gmail.com

Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em www.catarse.me/clio e conheça a nossa campanha de crowdfunding no Catarse, a partir de R$ 5,00 você já ajuda o Clio a se manter no ar e produzir mais conteúdos para vocês

Financiadores desse post

Alexandre Athayde, Claudia Bovo, Fabiana Jimenez, Gabriel Bastos, Gui Aschar, Henrique Mundim, Juliana Santoros, Paula Guisard, Pauline Kisner, Rosana Vecchia, Rosi Marques, Suzana Athayde, Tiago Tavares e Silva, Vanessa Spinosa

Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Você também pode nos financiar via PicPay! Se você tem um cashback sobre então porque não apoiar um projeto de comunicação e educação histórica.

Procura a gente lá em https://app.picpay.com/user/cliohistoriaeliteratura

Siga o Clio nas Redes Sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.