NASCIA O CAMALEÃO!

08 de Janeiro de 1947

Em 8 de janeiro de 1947 nascia David Robert Jones, em Brixton, Londres. Bowie é filho de trabalhadores e cresceu em bairros operários e suburbanos na Inglaterra. Seu talento para cantar foi notado logo na infância, e em 1953 passou a integrar o coral da sua escola, em Bromley, seus professores afirmavam que o garoto tinha talento com a dança já nesta época.  Cresceu ouvindo os clássicos do rock por influência de seu pai, algo determinante na sua musicalidade. Neste meio tempo aprendeu ukelele, piano e outros instrumentos, Bowie sempre foi um artista completo.

Nos anos 1960 Bowie ficaria fascinado com o jazz e blues, e por vários outros gêneros durante a sua trajetória. Conhecido como Camaleão do Rock, desde o inicio de sua carreira incorporou diversas influencias e gêneros em sua arte, mudando de banda,  roupagem e cara dos seus discos constantemente.  As singularidades dos sus trabalhos sempre andaram par e passo com a sua marcante identidade artística. Sua primeira canção famosa é de 1969, a icônica Space Oddity. A partir de então Bowie se transforma numa máquina de sucessos, com centenas de composições.

Os álbuns que ficaram marcados para a História na década de 1970 fazem parte da famosa Trilogia de Berlim, de 1977 a 1979 Bowie grava Low, Heroes e Lodger. Nos anos oitenta emplaca Let’s Dance e continua lançando sucessos até sua morte em 2016. Em 2014 Bowie foi diagnosticado com câncer de fígado, enfrentou a doença e continuou a compor. Em 8 de janeiro de 2016, data em que completou 60 anos, Bowie lançou Blackstar, e faleceu dois após seu sexagésimo aniversário, em seu apartamento. As canções do álbum tratam de mortalidade de forma natural, como alguém que já aceitou que irá partir. Bowie ainda gravou algumas demos para gravar o Pós-Blackstar . O camaleão ganhou dezenas de prêmios, vendou milhões de discos e influenciou diversas gerações, sendo um sinônimo de cultura pop.

Na imagem vemos um frame do clipe de Blackstar, canção de 2016.


Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em www.catarse.me/clio e conheça a nossa campanha de crowdfunding no Catarse, a partir de R$ 5,00 você já ajuda o Clio a se manter no ar e produzir mais conteúdos para vocês

Financiadores desse post

Cristina Lima, Elizabeth Santos, Gabriel Bastos, Giovanni Alecrim, Gui Aschar, Henrique Mundim, Juliana Santoros, Lucas Prestes, Paula Guisard, Rosana Vecchia, Suzana Athayde, Vanessa Spinosa

Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Você também pode nos financiar via PicPay! Se você tem um cashback sobre então porque não apoiar um projeto de comunicação e educação histórica.

Procura a gente lá em https://app.picpay.com/user/cliohistoriaeliteratura

Siga o Clio nas Redes Sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.