#HojeNaHistória: A MORTE DO HOMEM NA MÁSCARA DE FERRO

19 de Novembro de 1703

Às vezes a vida parece ficção e não é à toa. Se você já ouviu o nosso podcast Imprima-se a Lenda você sabe exatamente do que estou falando. E a história de hoje parece mais ficção do que vida realmente…

Uma das criações literárias mais conhecidas do francês Alexandre Dumas foi os “Três Mosqueteiros”, o grupo formado por Athos, Porthos e Aramis que juntamente com D’Artagnan apareceram em quatro romances de Dumas. No terceiro romance, “O Visconde Bragelonne”, D’Artagnan e seus inseparáveis amigos precisam lidar com as intrépidas aventuras envolvendo o Homem da Máscara de Ferro, supostamente o irmão gêmeo de Luís XIV aprisionado na Bastilha.

E o mais estranho que possa parecer é o fato de que houve de verdade um prisioneiro na Bastilha, entre 1669 e 1703 cuja identidade permanece um mistério. Ninguém sabe quem era o prisioneiro e se de fato ele usava uma máscara feita de ferro ou se usava um pedaço de pano preto cobrindo o rosto.

Diversas pessoas foram especuladas sendo o homem por trás da máscara de ferro, indo desde Voltaire levantando a hipótese que inspirou Dumas, passando por um general francês, um valete de Luís XIV, um filho de Carlos II da Inglaterra, um diplomata italiano e, recentemente, Eustache Dauger de Cavoye, um nobre que se envolveu em diversos escândalos durante o final do século XVII. Ao certo, enfim, parece que nunca saberemos quem era tal pessoa e o que ele fez para ser sentenciado a tal punição.

Esse tema foi abordado em diversas obras culturais, indo desde à literatura até à música, passando pelos games, quadrinhos e cinema, como por exemplo no longa de 1998 “O Homem na Máscara de Ferro”, que um de seus frames ilustra esse post.

Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em www.catarse.me/clio e conheça a nossa campanha de crowdfunding no Catarse, a partir de R$ 5,00 você já ajuda o Clio a se manter no ar e produzir mais conteúdos para vocês

Financiadores desse post

Cristina Lima, Elizabeth Santos, Gabriel Bastos, Gui Aschar, Hannah Lima, Lazaro Coelho, Paula Guisard, Rosana Vecchia, Suzana Athayde, Vanessa Spinosa

Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Você também pode nos financiar via PicPay. Você pagou aquele boleto, deu cashback e você não vai usar, não vai fazer falta? Então porque não apoiar um projeto de comunicação e educação histórica. Procura a gente lá em https://app.picpay.com/user/cliohistoriaeliteratura

Siga o Clio nas Redes Sociais!

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.