Retrato do Brasil: Plano Cohen | Hoje Na História

30 de Setembro de 1937

Sabemos que uma das maiores pragas da atualidade são as fake news. Elas não somente fazem um desserviço para a sociedade como causam pânico e paranoias de todos os tipos. Apesar de acharmos que esse fenômeno é recente, não é incomum na história do Brasil a divulgação de informações falsas, sendo essas inclusive utilizadas para manipular e/ou manobrar a opinião pública  a favor de determinada medida. Um dos casos mais escandalosos envolvendo a produção de provas pelo governo com o intuito de justificar o fim da frágil democracia nacional ocorreu há 83 e ficou conhecida como Plano Cohen.

Segundo as fontes, o então presidente da época, Getúlio Vargas, todos os ministros, senadores, deputados e juízes do Supremo Tribunal Federal seriam alvo de uma conspiração cujo principal objetivo seria iniciar uma revolução judaico-comunista no Brasil. Para que esse perigo fosse debelado, o governo decidiu que a única forma de manter a segurança do país seria o fechamento do Congresso Nacional, além da outorga uma nova Constituição que, na prática, estabelecia Getúlio Vargas como ditador, iniciando assim o período que ficou conhecido como Estado Novo.

Precisamos lembrar que houve um grande apoio popular às medidas tomadas em 1937. Isso se devia em grande parte ao crescente medo das pessoas, estimulado principalmente pela propaganda anticomunista divulgada em todo o Ocidente. Não importava para elas se o Plano Cohen não passasse de uma artifício, a aversão às ideias marxistas já estavam tão entranhada no imaginário social que qualquer medida tomada contra elas era validada, mesmo que essa medida fosse antissemita e com clara de tendência fascista.

Na imagem, vemos Vargas anunciando pelo rádio a criação do Estado Novo.

Conheça nossa campanha de financiamento contínuo

Entre em www.catarse.me/clio e conheça a nossa campanha de crowdfunding no Catarse, a partir de R$ 5,00 você já ajuda o Clio a se manter no ar e produzir mais conteúdos para vocês

Financiadores desse post

Cristina Lima, Elizabeth Santos, Gabriel Bastos, Gui Aschar, Hannah Lima, Lazaro Coelho, Paula Guisard, Rosana Vecchia, Suzana Athayde, Vanessa Spinosa

Para todos vocês, nosso muito obrigado!

Você também pode nos financiar via PicPay. Você pagou aquele boleto, deu cashback e você não vai usar, não vai fazer falta? Então porque não apoiar um projeto de comunicação e educação histórica. Procura a gente lá em https://app.picpay.com/user/cliohistoriaeliteratura

Siga o Clio nas Redes Sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.